Segundo Tempo: um pouco de convergência

tags Intermediário

Introdução: O dia já não é tão favorável para ativos de risco. A volatilidade aumentou, e a bolsa dos EUA chegou a cair. Dados mais fortes da economia americana chegaram a impulsionar o dólar no exterior. Além disso, investidores seguem atentos aos conflitos comerciais envolvendo aos EUA. Aqui, no Brasil, o Ibovespa recua, e dólar e DIs são pressionados para cima. Aliás, o BC decidiu intervir, após a moeda ficar acima de R$3,80. Pesquisas eleitorais vão fazendo preço nos mercados locais, adicionando cautela aos investidores.


CENÁRIO EXTERNO: DADOS FORTES DE EUA, E VOLATILIDADE MAIS ALTA.

Mercados… As bolsas da Europa terminaram em tom mais negativo. O índice DAX, da Alemanha, foi uma das exceções. O índice Stoxx 600 encerrou em queda de 0,31%. Nos EUA, o movimento não é diferente, e as bolsas operam sem direções claras. Ao redor das 14h30, o índice Dow Jones e o S&P 500 operavam próximos à estabilidade. O dólar, que chegou a subir frente a seus principais pares, já volta a recuar. É dia menos claro, de maior volatilidade. O índice VIX, que chegou a subir, já opera próximo à estabilidade.

Na Europa: Rajoy renuncia… Mariano Rajoy, ex-primeiro-ministro espanhol, anunciou que vai renunciar à liderança do conservador Partido Popular (PP). A decisão vem depois de Rajoy ser afastado do poder, acusado de uma série de casos de corrupção envolvendo seu partido. “É melhor para mim, para o partido, e é melhor para a Espanha”, disse Rajoy.

Na América: Conflitos Comerciais… O México anunciou, nesta 3ª feira, uma lista de produtos dos EUA que passarão a ser tarifados. A medida é uma retaliação aos aumentos das taxas de aço e alumínio apresentadas por Trump. A lista divulgada pelos mexicanos impôs tarifas de 20% contra importação de carne de porco, maçã e batata produzida nos EUA. Mais: o México ainda anunciou sobretaxa de 20% e 25% de diferentes tipos de queijo e bebidas alcoolicas americanas.

Na agenda: JOLTS… Nos EUA, segundo pesquisa JOLTS, houve uma criação de 6.698 mil novos postos de trabalho em abril. Os dados vieram acima do esperado pelo consenso (criação de 6.350 mil novas vagas, segundo a Bloomberg). Números que reforçam nossas perspectivas de um crescimento americano forte em 2018, e um mercado de trabalho ainda em níveis aquecidos.

Outros dados na agenda… Merece destaque também o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços americano. O índice mostrou avanço de 56,8 pontos em abril para 58,6 pontos em maio. Lembrando: acima de 50 pontos, sinaliza expansão da atividade à frente. Superou a expectativa do mercado.

Recapitulando… Muitos dos movimentos dos mercados nesta sessão são, em grande parte, reflexo destes dados de crescimento americano, em nossa opinião. Afinal, estes indicam uma inflação mais alta no país e, consequentemente, juros mais altos por lá. Isto é algo que coloca as bolsas sob certa pressão, e tende a manter o dólar forte ao redor do mundo. Na semana que vem (4ª, dia 13), o Fed deve elevar os juros de 1,50-1,75% para 1,75-2,00% ao ano – a 2ª elevação deste ano.


BRASIL: PESQUISAS ELEITORAIS NO CENTRO DAS ATENÇÕES.

Mercados locais… O Ibovespa intensificou a queda no início desta tarde. O índice perdeu os 78 mil pontos, e recua 1%, ao redor das 14h40. O dólar desacelera a alta após anuncio de swap do BC, embora continue em alta. Os DIs seguem com viés altista, acompanhando a maior percepção de risco país. O CDS de 5 anos oscila em torno de 234 pontos base. Uma soma de vários fatores: um cenário internacional menos favorável, e uma cautela crescente por conta das eleições presidenciais.

Sobre o Ibovespa… A Eletrobrás é destaque de baixa nessa sessão. O movimento reflete o ceticismo dos investidores com relação às vendas das distribuidoras deficitárias. Petrobras também recuava, em linha com a baixa das cotações do petróleo no mercado internacional e investidores atentos às eleições deste ano. Na outra ponta, as siderúrgicas ganham forças, em dia de valorização do minério de ferro na China.

Sobre as eleições… A pesquisa do DataPoder360 – que comentamos pela manhã, no Mercados Hoje – faz preço, e coloca um viés mais negativa àqueles que esperavam algum avanço das candidaturas de “centro”. Aliás, temos observado ao oposto: extremos ganhando forças, seja de direita ou esquerda.

Sobre o chamado “centro”… Hoje, às 16h, será lançado o documento “Por um polo democrático e reformista”, que tenta fortalecer as candidaturas de “centro”, em oposição aos movimentos que tem atraído maior atenção da população. Segundo Geraldo Alckmin (PSDB), “Não vai conseguir [a união] de todos, mas se conseguir um pouco de convergência é bom”.


    Sobre as oscilações do pregão:

    Ibovespa: : -1,18%, aos 77.672 pontos;
    Real/Dólar: +0,97%, cotado a R$3,782;
    Dólar Index: -0,20%, 93,848;
    DI Jan/21: +18 pontos base; 8,940%;
    S&P 500: -0,01%, aos 2.747 pontos.

    *Por volta das 14h51, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

    Contatos

    Renda Variável*


    Luis Gustavo Pereira – CNPI
    [email protected]

    Equipe Econômica

    Ignácio Crespo
    [email protected]

    Lucas Stefanini
    [email protected]

    Rafael Gad
    [email protected]

    *A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
    “Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº.483/2010, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
    Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

    Equipe Econômica

    Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

    213 visualizações

    relacionados

    Bitnami