Introdução: O cenário externo segue desfavorável para os ativos de risco. As bolsas recuam, o dólar opera próximo a estabilidade, e os juros dos títulos dos EUA seguem em baixa, reagindo ao tom de cautela dos investidores. Nos EUA, a agenda econômica trouxe dados mistos. No Brasil, o Ibovespa recua, e perde os 70 mil pontos. O dólar, e os DIs, também recuam com atuação do BC e do Tesouro nos mercados de câmbio e juros, respectivamente. Por aqui, o mercado continua a precificar esse ambiente de incerteza local.


CENÁRIO EXTERNO: PREVALECE A MAIOR AVERSÃO A RISCO.

Mercados…  As bolsas da Europa seguiram no vermelho, após sessão negativa na Ásia. Nos EUA, as bolsas também operam em baixa. Dow Jones recuava 1%, próximo das 14h, horário de Brasília. O dólar opera próximo da estabilidade no exterior, e os juros das Treasuries recuam, diante da busca por proteção. Os papéis de 10 anos oscilam por volta de 2,91%. As commodities também tem dia mais negativo. O petróleo (brent), em especial, recua mais de 3% e é cotado na casa dos US$73-74/barril.

Conflitos comerciais (de novo!)… A China, em resposta ao Trump, planeja retaliar as medidas tarifárias impostas pelos EUA. Mais cedo, Trump anunciou a sobretaxação de 25% sobre os US$ 50 bilhões em bens da China, relacionados a propriedade intelectual e tecnologia. Seja como for, a disputa comercial entre ambos os países se intensifica, e é algo que impõe cautela aos ativos de riscos globais.

” A China não quer uma guerra comercial, mas o lado chinês não tem opção a não ser se opor fortemente a isso, devido ao comportamento míope dos Estados Unidos que afetará ambos os lados”, disse o Ministério do Comércio chinês, em nota.

Nos EUA, dados mistos… O índice de confiança do consumidor foi para 99,3 pontos em junho, de 98,0 anteriormente. O índice Empire State também foi destaque positivo. O índice avançou para 25 pontos, acima dos 18,8 esperado pelo mercado. Por outro lado, a produção industrial em maio decepcionou. A produção recuou 0,1% m/m, frente a expectativa de alta de 0,2% m/m. Ainda assim, vale destacar: o número do mês anterior foi revisado para cima (era 0,7% m/m), atingindo um crescimento de 0,9%.


BRASIL: IBOVESPA, DÓLAR E DIS EM BAIXA.

Mercados (em baixa)… O Ibovespa recua, em linha com o esperado, puxado por Vale, Petrobras e Ambev. Do lado positivo, Braskem e Suzano. Os DIs e o dólar também são pressionados para baixo, em meio a atuação do Tesouro, no mercado de juros, e BC, no mercado de câmbio. Por outro lado, a percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, avança 1%, ao redor de 272 pontos base.

Sobre o Ibovespa… Braskem é destaque de alta, e avança mais de 18% nesta sessão. Isto, porque a companhia confirmou que a Odebrecht deu início às negociações, com exclusividade, com a LyondellBasell para a venda da totalidade de sua participação na petroquímica. A Odebrecht detém 39% do controle da Braskem, enquanto a Petrobras permanece com participação de 36% da petroquímica.

“Todos contra o frete”… Ainda ontem, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) entrou com uma ação no STF contra a tabela de frete. Segundo Flavio Castelo Branco, gerente executivo do CNI, a complexidade do sistema de transporte de cargas dificulta a implementação de preços fixos. Para o Castelo Branco, “o tabelamento foi um equívoco e enrijece o sistema”. Falamos disto no Mercados Hoje. Seja como for, a situação segue sem solução.

Ainda na ponta… Jair Bolsonaro, pré candidato do PSL, mantém a liderança na corrida presidência. Hoje, a nova pesquisa do Ipespe – a 4ª recomendada pela XP Investimentos – mostrou Bolsonaro na frente dos demais candidatos nos cenários sem a disputa com Lula. Fernando Haddad, que deve ser o indicado pelo PT, registra 11% das intenções de voto. Em nossa opinião, o ambiente ainda demanda cautela por aqui.


    Sobre as oscilações do pregão:

    Ibovespa: : -1,20%, aos 70.566 pontos;
    Real/Dólar: -2,20%, cotado a R$3,722;
    Dólar Index: -0,11%, 94,778;
    DI Jan/21: -36 pontos base; 9,990%;
    S&P 500: -0,09%, aos 2.788 pontos.

    *Por volta das 15h58, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

    Contatos

    Renda Variável*


    Luis Gustavo Pereira – CNPI
    [email protected]

    Equipe Econômica

    Ignácio Crespo
    [email protected]

    Lucas Stefanini
    [email protected]

    Rafael Gad
    [email protected]

    *A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
    “Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/2010, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
    Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

    Equipe Econômica

    Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

    170 visualizações

    relacionados

    Bitnami